Metade dos cristãos mortos em 2012 são da Nigéria

O governo local já assume a guerra civil mantida por grupos extremistas que querem instaurar um estado islâmico no país.

Os constantes ataques contra cristãos na Nigéria fizeram com que o país se tornasse o mais opressor aos cristãos de acordo com nova pesquisa do Portas Abertas que divulgou a classificação de países por perseguição de 2013.

Entre novembro de 2011 e outubro de 2012 mais de 1.201 pessoas foram mortas por questões religiosas no mundo, desse total, 791 foram mortas na Nigéria. Se separar o total mundial é possível dizer que no último ano 100 cristãos foram mortos por mês.

A violência contra cristãos nas Nigéria chamou a atenção mundial, igrejas foram queimadas e cristãos foram decapitados por grupos como o Boko Haram, formado por radicais islâmicos que querem implantar a Sharia no país.

A Associação Cristã da Nigéria (CAN – sigla em inglês) estima que dos 160 milhões de pessoas que vivem no país africano, 70 milhões sejam cristãos, apesar da quantidade os muçulmanos continuam sendo a maioria o que prejudica o dia a dia de quem mora na região Norte.

Instituições religiosas como a CAN, o Conselho Cristão da Nigéria, o Secretariado Católico da Nigéria, a Irmandade Pentecostal da Nigéria, a Organização das Igrejas Africanas Instituídas e a Irmandade Evangélica do Oeste da África estão se unindo para juntar recursos para ajudar as vítimas e familiares dos ataques realizados pelo Boko Haram.

Na Classificação de países por perseguição 2013, a Nigéria continua no 13º lugar a diferença é que antes a perseguição era apenas no Norte do país e hoje a guerra civil, já confirmada pelo governo, atinge todo o território.

Visualizações: 832

 

Nenhum comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment