Obrigação e o fracasso da igreja Parte final

A TAREFA DOS VENCEDORES

Quando Deus escolheu os filhos de Israel, chamou-os todos para constituir um reino de sacerdotes entre as nações (Êx 19.5, 6). Mas, esses escolhidos acabaram por adorar o bezerro de ouro e falharam terrivelmente.

Mesma coisa está ocorrendo agora, porque os falsos apóstolos estão levantando novos bezerros de ouro para o povo adorar; adoram a benção e não o abençoador.

Por causa disto, Deus escolheu naquele tempo os levitas, porque guardaram sua ordem permanecendo como seus vencedores e então receberam como prêmio da sua fidelidade o sacerdócio em lugar de todo o restante dos filhos de Israel (Êx 32.15-29).

Quando Deus executa sua obra, primeiro a realiza em alguns poucos e, então, através deles alcança os muitos. A fim de salvar os filhos de Israel, primeiro salvou Moisés. Libertou Moisés do Egito antes de libertar os filhos de Israel.

Primeiro lidou com Davi e, depois que o tinha em suas mãos, libertou os filhos de Israel das mãos dos filisteus a fim de que se tornassem uma grande nação.  Mesmo modo foi com Sansão, Paulo, e os doze, por meio dos quais alcançou o mundo inteiro.

Agora chegou a nossa vez. Agora somos o pouco de Deus nessa época, vamos fazer a diferença nesta cidade, vamos destronar o diabo nesta cidade e implantar o Reino de Deus aqui.
Em 2011 nosso lema é GANHAR, GANHAR e GANHAR. DISCIPULAR, DISCIPULAR e DISCIPULAR; CONSOLIDAR, CONSOLIDAR e CONSOLIDAR, e ENVIAR, ENVIAR e ENVIAR.   Filho amado para essa tarefa Deus conta com você.

Fins espirituais se alcançam por meios espirituais. Deus lidou com Moisés e Davi de tal modo que eles não puderam de maneira nenhuma usar a carne para ajudar a Deus na realização do seu propósito.

Mesmo modo vai ser agora comigo e com você. Deus terá liberdade de nos usar como Ele quiser amém?

Veja filhos queridos primeiro Deus reuniu 12 pessoas, depois 120 –– e assim a igreja nasceu. Assim, o princípio dos vencedores é Deus chamando alguns poucos para fazer a tarefa a fim de abençoar muitos.

Alguns poucos são chamados para que muitos possam fazer a tarefa de abençoar muitos outros. Alguns poucos são chamados para que muitos possam receber vida.

Deus planta a cruz nos corações de alguns poucos –– levando-os a aceitar o princípio da cruz no seu ambiente como também em seus lares –– capacitando-os assim a derramar vida para outras pessoas.

Deus precisa de canais para derramar vida aos outros. Ele precisa de você e em 2011, você será este canal de benção para muitos, para essa cidade.

Deus está procurando em meio ao fracasso da igreja os 144.000 que permaneceram no monte Sião (Ap 14.1). Deus te encontrou, no meio do fracasso da igreja Ele achou e escolheu você para fazer a diferença em 2011.

Repetidas vezes, ele usa relativamente poucos crentes como canais para derramar vida na igreja para o reavivamento. E sabemos que como fez o nosso SENHOR JESUS, estes poucos devem derramar seu sangue para deixar a vida fluir.

Os vencedores devem permanecer sobre o terreno da vitória em favor da igreja e em lugar da igreja. Têm de suportar sofrimentos e opróbrios.

1 Co 4:9 – Porque tenho para mim que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens.

2 Co 11:13 – Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo.

PERMANECENDO NA MORTE PARA QUE OUTROS POSSAM VIVER

Deus colocou os sacerdotes no lugar da morte para que os filhos de Israel pudessem ter um caminho para a vida (Js 3.15-17). Os sacerdotes foram os primeiros a pisar na água e os últimos a sair dela. Foram os vencedores de Deus.

Hoje Deus está procurando pessoas que, tal como os sacerdotes de antigamente, pisem na água, entrem na morte, aceitem o procedimento da cruz e permaneçam sobre o terreno da morte para então abrir para a igreja um caminho de vida.

Deus nos coloca primeiramente na morte a fim de proporcionar vida aos outros. Os vencedores de Deus são os pioneiros de Deus. Você é um pioneiro de Deus para 2011 nesta cidade.

Não que os sacerdotes, assim como nós, fossem capazes de realizar alguma coisa, mas porque eles levavam a arca (Js 3.6) que simboliza Jesus, a salvação. Eles tinham que levar a arca e descer ao leito do rio Jordão.Eles tinham de se oferecer ao sacrifício para que os outros pudessem atravessar.

Eu e você seremos aqueles que vão abrir o Jordão dessa cidade para que o povo de Deus possa passar em seco.

Portanto, devemos deixar que Cristo seja o centro da nossa vontade, da nossa vida.  2011 será não o nosso ano, não o ano da Famílias em Cristo, mas o ano de JESUS em nossa vida e na vida dessa igreja vitoriosa, vencedora, dessa remanescente de Deus. Amém?

Devemos nos revestir de Cristo e entrar na água que cobre essa cidade. Em 2011 nossos pés vão permanecer sobre o leito desse rio; nossos ombros vão carregar a arca. Vamos permanecer na morte, por assim dizer, para enaltecer a Cristo em Rondonópolis, na nossa família.

Vamos impactar essa cidade, vamos tomá-la para Cristo.

O leito do rio Jordão fala de lugar de morte. Não é confortável, não é atraente. Não se fica no leito do Jordão descansando, nem sentado, nem deitado, mas de pé.

Se vivermos de acordo com o nosso temperamento áspero, Cristo não pode viver nos outros. Mas se eu fico no fundo do rio, outras pessoas atravessarão o Jordão vitoriosamente.

A morte opera em nós, mas a vida opera nos outros. Em nossa obediência até a morte, a vida vai operar nos outros para sua própria obediência a Deus.

Deve ter sido angustiante carregar a arca no fundo do rio, pois requeria grande cuidado e muita coragem. Um pequeno descuido e o Deus Santo poderia destruí-los.

Ficaram ali, observando os filhos de Israel passar um a um. E ficaram por último. O apóstolo verdadeiro declarou: Porque a mim me parece que Deus nos pôs a nós, os apóstolos, em último lugar. . . a ser considerados lixo do mundo, escória de todos. . .” (1 Co 4.9-13).

Ele queria que outros cressem no evangelho, mas sem as suas cadeias (At 26.29). Ah, se cada um fizesse a si mesmo essa pergunta:

Estou trabalhando por fama, prosperidade, carro, avião, simpatia dos outros?! Ou estou buscando vida para a igreja de Deus?

Que em 2011 sejamos capazes de orar assim: Ó Senhor, que eu morra para que os outros possam viver!  Dá-me filhos senão eu morro. Frutifica-me para que não seja cortado da videira.

Permanecer no fundo do rio Jordão até que todos os filhos de Israel passassem, fala de como nós também não podemos sair da morte até que o reino finalmente chegue.

Felizmente, Josué (um tipo de Cristo) deu a ordem final: Saiam do Jordão. Nosso Josué vitorioso também nos chamará das águas da morte. E isto dará início ao reino (Js 4.10,16,17).

Muitas pessoas não são desobedientes, simplesmente não são de todo obedientes; muitas pessoas não deixam de pagar algum preço, apenas o pagam insuficientemente; muitas pessoas não deixam de gastar algum dinheiro ou enviar alguns soldados, mas isto é submeter menos que o tudo (Lc 14.25-35).

O Getsêmani é alcançado no caminho da cruz. Sem o processo da cruz ninguém pode dizer: “Seja como tu queres Senhor” (Mt 26.39). Muitos são aqueles que aspiram à vocação de Abraão, mas odeiam a consagração do Monte Moriá.

Deus nos coloca no fundo do rio para sermos vencedores. Ele permite que sejamos acorrentados para que os outros possam ouvir as boas novas. A morte opera em nós, mas a vida nos outros. Este é o único canal da vida.

A morte de Jesus nos enche primeiro de vida e, então, deixa que esta vida flua para os outros (2 Co 4.10-12).

Deus faz seus vencedores perceberem uma verdade e faz que a experimentem primeiro em suas vidas para que, por sua vez, possam levar muitos à obediência desta verdade.

A verdade deve ser organizada em nós e se tornar parte de nossa vida. Antes de podermos falar aos outros sobre fé, oração e consagração, nós mesmos precisamos experimentá-las. Caso contrário, não passarão de meras palavras sem substância. Você só pode dar o que tem.

Deus nos leva através da morte para que outras pessoas possam ter vida. Exige que passemos por sofrimentos e dores para que haja vida nos outros.

É em meio aos nossos sofrimentos que Deus se revela aos outros.

Para podermos aprender a verdade de Deus, precisamos ficar no fundo do rio. A igreja atual esta incapaz de atravessar o rio Jordão em busca de vitória porque há falta de sacerdotes que permaneçam no fundo do Jordão.

Todo aquele que permanece no fundo do Jordão é capaz de criar um coração sedento nos outros. Muitas verdades divinas estão à espera de serem arraigadas dentro dos homens. Quando permitimos que a verdade opere em nós e passe a fazer parte de nós, permitimos que a estatura de Cristo cresça uma polegada a mais em nós.

Os vencedores recebem vida de cima para suprir o corpo.

Você está pronto, para em 2011, deixar ferir seu próprio coração, sem murmuração, para receber o coração de Deus?

Está pronto para ser derrotado para que o Senhor triunfe? Quando sua obediência for completa, Deus rapidamente vingará toda desobediência (2 Cor. 10:6).

Visualizações: 2.746

 

1 comentário »

  1. I truly value your piece of work, Great post.

    Comentário de Ezekiel — 21 de maio de 2017 @ 7:06

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment